• Amanda Lima

Influenciadores sociais, vitrines e contratos



O crescente mercado de influenciadores aprimora cada vez mais a concessão temporária de imagem para publicidade de diversas marcas, desde pequenos negócios até empresas internacionalmente conhecidas.


Contratos que façam sentido para ambas partes, que protejam a exposição de imagem e que estipule como serão tratados eventuais inconvenientes é relevante antes de colocar storys e feed como vitrine para publicidade de parcerias com marcas.


É comum o influenciador digital fazer publicidade, em seu perfil pessoal, de diversas marcas em um único dia. Nesse contexto, a utilização de cláusula de exclusividade e os limites da parceria entre influenciador e marca é importante para estabelecer, juridicamente, essa relação de trabalho.


#direitodigital #legal #direitocivil #influenciadoresdigitais

0 comentário