• Amanda Lima

Como o Pix interfere no compliance das exchanges de criptomoedas



Anteriormente à implementação do Pix, as exchanges de criptoativos brasileiras, ao receber uma transferência em dinheiro do cliente, solicitava a anexação do comprovante para validação da transação e inclusão do respectivo saldo, o que facilitava o compliance dessas transações por parte da empresa.


Ocorre que, com a implementação do Pix, algumas exchanges precisaram se adaptar ao novo cenário de que a transferência bancária é realizada quase que instantaneamente, a qualquer hora do dia, sem a necessidade da juntada de comprovação da transação.


Nesse sentido, para afastar conduta tipificada pela Lei n° 9.613/98, que corresponde aos crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, a exchange de criptomoedas deve inserir, em sua política de compliance, meios para acompanhamento dessas transações geradas com Pix ou que seus saldos sejam inseridos sem a necessidade de juntada do referido comprovante de transação.


#blockchain #direitodigital #exchangedecriptomoedas #criptomoedas #criptoativos #lavagemdedinheiro #compliance #PIX

0 comentário